EMPRESARIAL

O que são holdings familiares?

 Construir um patrimônio não é uma tarefa fácil e mantê-lo em pleno vapor também não. Na busca por preservar seus bens, muitos empresários optam por alternativas que garantam a saúde do seu patrimônio, principalmente durante o período de transição e sucessão de gestão.

 

Uma das opções para alocar patrimônios familiares são as holdings (do inglês “to hold”, esse termo significa deter, conter e segurar).  Uma holding é uma empresa criada para deter participações societárias de outras sociedades, como cotistas ou acionistas. Ela se torna sócia de outros negócios adquirindo todo seu patrimônio ou parte dele, portanto, o objetivo de uma holding é ser dona de outras empresas ou detentora de investimentos como imóveis ou aplicações financeiras.

 

As holdings familiares controlam todo o patrimônio das pessoas físicas pertencentes a uma mesma família, protegendo os ativos já conquistados de dívidas futuras e de demais hipóteses de perda de patrimônio. Outro importante objetivo das holdings familiares é diminuir as taxas tributárias na sucessão e estabelecer regras de gestão corporativa para os sucessores.

 

Para constituir uma holding familiar alguns critérios precisam ser avaliados, entre eles: o patrimônio existente, a família, o regime de casamento dos sócios, os processos judiciais em curso, as dívidas existentes, os negócios e empresas operacionais, além dos conflitos e interesses familiares.

 

Apesar de proporcionar muitas vantagens às empresas, constituir uma holding familiar exige conhecimento nas áreas de direito de sucessões, tributário e de família. Para realizar o procedimento de maneira segura, e que não gere transtornos futuros, busque por uma assessoria jurídica de confiança e com ampla experiência na área.    

Preencha seus dados

Preencha corretamente que entraremos em contato o mais breve possível.